terça-feira, 14 de junho de 2011

O LOBO MAU BATE À PORTA



Deus fala conosco das formas mais diferenciadas que existe, ou seja, Ele usa tudo a nossa volta para falar ao nosso coração. Ontem, por mais incrível que pareça, fui ministrada através da história dos Três Porquinhos. É que meu filho de 5 anos pediu para eu ler para ele esta história. E lá fui eu, cansada e doida para dormir ler a história para ele, dizendo no meu interior: Eu mereço!

Confesso que já tinha esquecido desta história, que todos conhecemos muito bem. Enfim, três porquinhos, sendo dois peguiçosos e um trabalhador resolvem construir suas casinhas para se livrar do lobo mau.  Os dois porquinhos preguiçosos fazem casinhas frágeis, de palha e de bambu. O lobo bate à porta de casa de cada um deles e diante da fragilidade da estrutura montada, o lobo destrói a casinha deles e os devora. Já o porquinho trabalhador, dispensa tempo e trabalho construindo uma casinha de tijolos, bem firme.  Assim, quando o lobo mau bate à sua porta, não consegue destruí-la. Ele tenta entrar pela chaminé e acaba caindo num caldeirão de água quente, pois o porquinho era esperto e já tinha preparado um modo de se livrar do lobo mau caso ele invadisse a sua casinha pela chaminé.

Naquele momento, lembrei do que disse Jesus quando nos falou sobre a casa edificada sobre o Rocha descrita em Mateus 7 "Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha" (verso 24). Ou seja, a nossa relação com Deus requer muito trabalho e muita cautela. Precisamos praticar a Palavra! Há muitos que querem manter a sua vida cristã de forma superficial, sem pagar um preço por ela. Não oram, não jejuam, não leêm a Palavra, vão à Igreja esporadicamente, enfim, não constrõem uma relação de intimidade com o Senhor. Estamos numa guerra, o lobo bate à nossa porta “Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar” (I Pedro 5:8).  Precisamos, portanto, nos revestir da presença de Deus através de uma busca contínua e progressiva. Não podemos ser preguiçosos no tocante ao nosso envolvimento com o Senhor.

Que possamos nos despertar para a grande responsabilidade que temos de construir um relacionamento com Deus profundo, com humildade e com grande empenho e dedicação, para que a nossa casa espiritual esteja livre da visita inoportuna daquele que veio para roubar, matar e destruir. 


"Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós" (Tiago 4:7)

Pra. Ioná Loureiro

3 comentários:

Rita de Cassia disse...

Oi, prª Ioná, adoro as suas publicações..sempre compartilho no face e no twitter. Elas edificam e alimentam a alma, pois tenho a certeza que ministra a minha e muitas vidas.
bjs

Jane disse...

Boa noite Pra.Ioná! Como Deus fala conosco com situações do dia a dia! já vivi essa experiencia também. Bjsss

LD.KN disse...

A paz do Senhor amada!
Este relato tocou meu coração e vou postar no orkut para todos os meus amigos ser tocados tbm.
Eu tbm tenho um blogger de uma olhada e opine, pois meu interecer e exaltar o único digno de toda honra e glória, nosso Senhor e salvador Jesus Cristo.
meu blogger: http://benditatempestade.blogspot.com