segunda-feira, 10 de setembro de 2012

RECONHECIMENTO




O reconhecimento é uma grande benção! Na verdade, o ser-humano, quando tem os seus esforços reconhecidos, é impulsionado a realizar mais, pois quando somos honrados desta forma, desfrutamos de uma sensação de que somos capazes, de que somos úteis, e este sentimento nos impulsiona e nos leva a ir além.

Penso, inclusive, que o reconhecimento é um princípio espiritual. Vejamos...

Jesus, quando foi batizado, foi reconhecido pelo Pai. “Este é o meu filho amado, em que me comprazo” Mateus 3:17 e Mateus 17:5. Ou seja, Jesus recebeu o reconhecimento do Pai.

Na Parábola dos Dez Talentos, o Senhor Jesus deixou claro a importância do reconhecimento do trabalho de um servo bom e fiel: “Disse-lhe o senhor: Muito bem, servo bom é fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei” Mateus 25:21

Ou seja, é muito bom sermos reconhecidos e reconhecermos os esforços daqueles que caminham conosco. Isto é muito bom!!! Faz um bem muito grande! Às vezes um obrigado, um parabéns, ou até mesmo um simples “valeu”, já ajuda bastante.

Penso que o desejo de Deus é que sejamos impulsionados a valorizar as pessoas, fazendo com que enxerguem sempre o potencial que há nelas, potencial este muitas vezes abafado por desmotivações diversas, traumas, palavras de maldições e por aí em diante. Gideão, por exemplo, se via como um homem fracassado, mas o Senhor, ao se relacionar com Ele, fez logo questão de chamá-lo de “homem valente”, buscando, com isso, levá-lo a ir além.

Que possamos, portanto, ser reconhecidos e que possamos aprender a reconhecer, a enxergar o real  valor, a beleza, a força que há em cada ser-humano, em cada filho de Deus. 

“Daí a cada um o que lhe é devido: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra”  (ROM. 13:7)

Um comentário:

Cristina Santi disse...

Oi, gostei muito de teu blog.
bjs